terça-feira, novembro 22

A estadia tem sido dolorida
Onde o sol bate, mas deixa sombras
Longas diárias
Manhãs incertas
Tardes que findam com cortes
Noites em que volta à arder
A ferida que teima em não fechar
Queria
É nesse verbo
Que a densa subida
Me arrasta
Desencaixa
Desloca...

quinta-feira, outubro 27

No copo
Na fumaça
O estorvo
A  marca
O imposto
Ao povo
Meu povo
Que soco
Cada gole,
Um arranhão
Cada trago
Uma repetição
Na história
Ela que vira e volta
Em tempos anacrônicos
Queria sentir a vida
Livre de amarras
Livre da senzala
Peço ao futuro
Vida
Para alcançar
Outros percursos

Raquel Garcia

quarta-feira, março 9

pressa

Tempo que deixou marcas em minhas raízes
Quelóides e cicratrizes

Tempo que me faz lembrar da ansiedade e da pressa
Memórias que já não me interessa

Tempo que leva à construção
Mas o esquecimento não ocorre, não

Tempo que me ensinou
Aquele tombo e o corpo que escorregou

Tempo marcado por quilômetros e o ponto
Sigo em frente, me recompondo

rio

dias em que as águas escorrem sem direção
transbordo em longas manhãs
nascente que se distancia
sob crescente teimosia
me leva até a foz
nos fluviais sentimentos
lanço-me em delta
corpo que procura pedra
na correnteza,
entre areia e chão,
deságua.

quarta-feira, janeiro 6

Retrospectiva 2015 - Alguns registros dos caminhos que a poesia me leva!

11ª Virada Cultural (Palco Anhangabaú) - 20/06
1ª Mostra da Mulher Afro-Latina e Caribenha (Centro de Formação Cultural Cid. Tiradentes) - 25/07
Estéticas da Periferia - SESC Campo Limpo com os coletivos QUILOMBHOJE e PERIFATIVIDADE (27/08)
1ª Festa Literária de Cidade Tiradentes (Centro de Formação Cultural Cid. Tiradentes) 12/09
CFCCT Provoca (Debate sobre BlackFace) com Débora Garcia e Panikinho (29/09)
1ºXirê de Mulheres Negras (Casa das rosas e Marcha Nacional de Mulheres Negras) Setembro
Exposição CORPA NEGRA-  SESC Itaquera (Artista Visual: Carolina Teixeira; Artesã: Marta Mursa; Poetisas: Raquel Almeida, Raquel García, Andréia Rosa, Jenyffer Nascimento e Queila Rodrigues. Contribuições de Allan da Rosa. Dança com Sirlerne Santos) 01/11
FLINK SAMPA - Memorial da América Latina (com Xênia França e Neomísia Silvestre) 13/11
2ª Xirê Negras Vozes Femininas (Casa das rosas e Marcha Nacional de Mulheres Negras) 20/11

quarta-feira, dezembro 16

Vestígios

É a chaga
Que marca
Me machuca
Dói

O chicote que estrala
Nas palavras engasgadas
Em cada golada de lágrimas

É o grito
O sopro no vazio
Que corrói

Afasta, acelera, palpita
De um passado
No presente
Em sequela

Raquel García

terça-feira, outubro 27

Incuti em Kuti

Arte de Bruno Gabiru: facebook.com/gabiru.negrart

Travessia atlântica
De lá, 
Fela
Ondas sonoras
Feito mar inquieto
Nos toca
Movimento
Dança diaspórica

Raquel García

terça-feira, outubro 20

Dia

Gosto do dia
Do clima
Da brisa
Das alterações das cores
Do céu em degradê
Do suor
De pisar em solo quente
De me refletir nas frestas
Dos raios solares em festa
Me anuncia
O olho no olho
Sem fuga
Vejo reflexos
Pessoas sinuosas
Insinuantes
Peles expostas
Timidez
Entrecostas
O dia é o brilho desmontado
Um palco ornamentado
De olhares estrelados

Raquel García

quarta-feira, outubro 14

Sossego

Quero enroscar minhas tranças em seu crespo
Lançar em cheio meu desespero
Nas marés em que me leva
Traço suas curvas
Me jogo
Me molho
Me refresco
Nesse corpo driblo ondas e adormeço
Saiba que teu amor me trás sossego

Raquel García

terça-feira, agosto 18

Olhos fotografia

Arte de Bruno Gabiru: facebook.com/gabiru.negrart

Te registrei
Nos meus olhos negros

Na face estampei
Aquilo que na alma habita

Tua aurora, fitei
Incerta, no acerto

No teu olhar, transitei
Sob a pele ainda marcada

Em mim, guardei
Parte de histórias

Pra te encontrar eu sei
No descansar do olhar

Só pra ver
A sinestesia que seu reflexo me trás

Raquel García.